JESUS TE CONVIDA A PASSAR UMA HORA ESPECIAL COM ELE

Para ter uma vigília de oração constante diante do Santíssimo, precisamos assegurar-nos que em cada hora haja adoradores.

Para tanto, é necessário que cada pessoa se comprometa a tomar uma determinada hora.

Desta forma, podemos organizar todas as horas da noite, de modo que sempre haja alguém com Jesus.

A sua fé na presença de Jesus lhe ajudará a crer com convicção.

Torne-se você também um adorador (a). Faça uma experiência diante de JESUS EUCARÍSTICO

“VINDE A MIM VÓS QUE ESTAIS CANSADOS E SOBRECARREGADOS, EU VOS ALIVIAREI” (Mt 11,28).

ALEGRAI-VOS, ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS.

VINDE TODOS E ADOREMOS AO SALVADOR, JESUS SE FAZ PRESENTE NA SAGRADA EUCARISTIA, NÃO PERCA A OPORTUNIDADE DE ESTAR JUNTO A ELE. SEJA VOCÊ TAMBÉM UM ADORADOR DE JESUS CRISTO.

“A EUCARISTIA É O REMÉDIO DA IMORTALIDADE, O ANTÍDOTO CONTRA A MORTE” (Santo Inácio de Antioquia).



“A EUCARISTIA CONSISTE DE DUAS REALIDADES, A TERRENA E A CELESTE. POIS O PÃO QUE É TIRADO DA TERRA, NÃO É MAIS PÃO COMUM, UMA VEZ QUE ELE RECEBEU A INVOCAÇÃO DE DEUS E NÃO SE CORROMPE. PORTANTO, TAMBÉM NOSSOS CORPOS, QUANDO RECEBEM A EUCARISTIA, NÃO SÃO MAIS PASSÍVEIS DE CORRUPÇÃO, MAS POSSUEM A ESPERANÇA DA RESSURREIÇÃO PARA A ETERNIDADE”. (Santo Irineu, sec.II).

segunda-feira, 8 de março de 2010

EUCARISTIA: COMUNHÃO ENTRE O CRIADOR E A CRIATURA.


Se perguntássemos a Santa Tereza do Menino Jesus o que é para ela a oração, ela nos responderia: "Para mim, a oração é um impulso do coração, é um simples olhar lançado ao céu, um grito de reconhecimento e amor no meio da provação ou no meio da alegria".
Muitas pessoas também fazem perguntas do tipo: Como rezar diante de Jesus Eucarístico? É impossível aprender a rezar somente lendo livros a respeito de oração, sem dedicar um tempo a ela. Por meio de uma humilde atitude de escuta é possível colocar-se na presença do Senhor e ouvir o que Ele nos diz.

Adoração, um jeito especial de rezar.

"Devemos estar na presença de Jesus Sacramentado, como os santos no céu, diante da essência divina." (SANTA TEREZA DE ÁVILA).

Podemos definir a oração como um "relacionamento pessoal e consciente com Deus". Ou seja, ao rezarmos mantemos uma relação íntima com Deus por iniciativa e vontade nossa e do próprio Deus.
Sabemos, no entanto, que no mundo globalizado e agitado em que vivemos falta tempo para as coisas mais importantes da nossa vida: a família, os amigos, os momentos de oração e contemplação de Deus.
Dessa forma, o homem deve se esforçar ao máximo para resgatar os momentos de oração, adoração e contemplação. Para isso deve sair da agitação diária e recolher-se para, livremente, entregar-se ao amor de Deus.

Adorar é rezar com humildade.

"Eu que sempre peco, preciso sempre do remédio ao meu alcance”. (SANTO AMBRÓSIO).

A oração é a elevação da alma até o Criador. Ela é sempre um dom, pois é Deus que se faz presente e vem ao encontro do homem. A oração é, portanto, uma relação viva, pessoal e bilateral com Deus.
Embora seja Deus o primeiro a atrair a pessoa a um encontro com Ele na oração, essa relação de amor, entre o divino e a criatura, somente acontecerá se houver no homem um coração que transborda humildade, pois ser humilde é o fundamento principal da nossa comunhão com Deus.
Um coração humilde e que reza diante de Jesus Eucarístico tem a oportunidade de conhecer quem não é teoria, mas é a própria pessoa do Cristo.
Por esse motivo, quando nos colocamos em atitude de adoradores diante de Cristo, reconhecemos que somos criados por Deus. Esse gesto exalta a sua grandeza e a sua onipotência diante da nossa humildade e da nossa pequenez.

Adorar é estar em relação com Deus.

"... Que eu não te deixe jamais só, mas que eu esteja ali, toda inteira, completamente vigilante na minha fé, toda adoradora, toda entregue à tua ação criadora" (BEM-AVENTURADA ELISABETE DA TRINDADE).
Se nos lançarmos sem medo no mistério de Deus, rezando, adorando e contemplando-o, saberemos bem quem Ele é. Nesse conhecimento, que se aprende de "joelhos" diante de Jesus presente na santa eucaristia, descobre-se a plena manifestação do imenso amor de Deus pelas criaturas que dele se aproximam.
E é exatamente nesse lugar, diante do Santíssimo Sacramento, que se formam os novos e grandes discípulos e amigos de Deus, pois toda a experiência de oração diante da eucaristia acaba em testemunho de vida. Esse testemunho grita ao mundo com o coração repleto de alegria: Jesus Cristo nos ama e vive entre nós.
Dessa forma, Deus se apresenta na eucaristia tocando o profundo do nosso coração e se revelando na beira do poço da nossa vida, lugar onde, assim como a mulher samaritana, procuramos água para saciar a nossa sede. É na eucaristia que Cristo se revela e vem ao nosso encontro.
Podemos dizer que a oração diante de Jesus Sacramentado não é uma fuga do mundo, mas sim o desejo de escutar a palavra de Deus. Nessa relação de amor está um coração que agradece, um coração que ama, que suplica e aguarda a intervenção de Deus.

Adoração: Momento especial de escuta.

"Deu-se todo não reservando nada para si" (SÃO JOÃO CRISÓSTOMO).

Quando rezamos diante do Santíssimo Sacramento devemos estar atentos ao que Deus nos quer comunicar. A narrativa de Jesus com os dois discípulos de Emaús pode nos ajudar a focalizar o mistério eucarístico.
Nessa passagem, Cristo se faz mistério de luz e unidade, de palavra e de pão.
Suas palavras fazem "arder" os corações dos discípulos e os tiram da escuridão, da tristeza e do desespero. Os discípulos de Emaús convidaram Jesus para ficar com eles. Jesus aceitou o convite, sentou-se à mesa, rezou e partilhou o pão.
É muito significativo para nós que os discípulos de Emaús o tenham reconhecido no gesto simples da fração do pão, pois é através de sinais que o mistério de Deus, de algum modo, se abre aos nossos olhos.
Dessa forma, ao nos colocarmos de joelhos num silêncio respeitoso diante de Jesus Eucarístico, o nosso coração fica repleto de paz, alegria e confiança. Pois é através desse gesto que as nossas súplicas serão ouvidas.
A eucaristia é, portanto, um dom! Ela exprime a relação de comunhão entre o Criador e a sua criatura.

Everenice Schiavon Ara
Paróquia Santíssima Virgem

A Boa Notícia - Março de 2010.

Nenhum comentário: