JESUS TE CONVIDA A PASSAR UMA HORA ESPECIAL COM ELE

Para ter uma vigília de oração constante diante do Santíssimo, precisamos assegurar-nos que em cada hora haja adoradores.

Para tanto, é necessário que cada pessoa se comprometa a tomar uma determinada hora.

Desta forma, podemos organizar todas as horas da noite, de modo que sempre haja alguém com Jesus.

A sua fé na presença de Jesus lhe ajudará a crer com convicção.

Torne-se você também um adorador (a). Faça uma experiência diante de JESUS EUCARÍSTICO

“VINDE A MIM VÓS QUE ESTAIS CANSADOS E SOBRECARREGADOS, EU VOS ALIVIAREI” (Mt 11,28).

ALEGRAI-VOS, ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS.

VINDE TODOS E ADOREMOS AO SALVADOR, JESUS SE FAZ PRESENTE NA SAGRADA EUCARISTIA, NÃO PERCA A OPORTUNIDADE DE ESTAR JUNTO A ELE. SEJA VOCÊ TAMBÉM UM ADORADOR DE JESUS CRISTO.

“A EUCARISTIA É O REMÉDIO DA IMORTALIDADE, O ANTÍDOTO CONTRA A MORTE” (Santo Inácio de Antioquia).



“A EUCARISTIA CONSISTE DE DUAS REALIDADES, A TERRENA E A CELESTE. POIS O PÃO QUE É TIRADO DA TERRA, NÃO É MAIS PÃO COMUM, UMA VEZ QUE ELE RECEBEU A INVOCAÇÃO DE DEUS E NÃO SE CORROMPE. PORTANTO, TAMBÉM NOSSOS CORPOS, QUANDO RECEBEM A EUCARISTIA, NÃO SÃO MAIS PASSÍVEIS DE CORRUPÇÃO, MAS POSSUEM A ESPERANÇA DA RESSURREIÇÃO PARA A ETERNIDADE”. (Santo Irineu, sec.II).

segunda-feira, 17 de maio de 2010

EUCARISTIA: MISTÉRIO DE CRISTO VIVO E ATUANTE NA IGREJA.


A Igreja nos convida amar e adorar Jesus na eucaristia. Podemos fazê-lo comungando o
seu corpo e o seu sangue nas celebrações das missas que participamos e dedicando algum tempo
diante do tabernáculo das nossas igrejas.

Por meio da santa comunhão e da adoração ao Santíssimo Sacramento aprendemos a arte
de sermos testemunhas do grande amor de Deus por todos os homens.

Também da eucaristia podemos tirar coragem para sermos autênticos discípulos e missionários de Cristo. Para isso basta buscar o essencial desse mistério, ou seja, buscar força para sermos também alimento, ou melhor, sermos o pão repartido que sacia a “fome”do mundo.

Ao adorarmos Jesus no Sacramento do altar e quando o acolhemos no coração por meio da comunhão das sagradas espécies, estamos anunciando essa verdade de fé, a sua imensa
riqueza e o significado profundo desse grande dom confiado por Jesus Cristo à Igreja.


Prática da Adoração Eucarística

“A minha vida é um instante, uma hora que passa, é um momento que rapidamente escapa de minhas mãos e se vai. Tu sabes, meu Deus, que para amar-te aqui na terra não tenho outro momento a não ser o dia de hoje” (Santa Teresa de Lisieux)

A experiência de oração da Igreja apresenta a adoração eucarística como um prolongamento visível da Santa Missa, a qual, em si mesma, é o maior ato de adoração. Ao recebermos a Eucaristia nos colocamos em atitude de adoração diante daquele que comungamos; em acréscimo, o ato de adorar Jesus fora da santa missa, prolonga e intensifica aquilo que se faz na própria celebração eucarística. A presença de Cristo vivo se revela no dom eucarístico comunicando a própria vida divina. A Igreja acolhe, celebra e adora este dom, com fiel obediência. Por isso, pode-se dizer a respeito da eucaristia: “Não ponhas em dúvida se é ou não verdade, aceita com fé as palavras do Senhor, porque ele, que é Verdade, não mente” (São Cirilo)


Momento de Comunhão com Deus

“É o próprio Cristo que prepara para os fiéis a mesa da Palavra e do Pão da Vida”(João Paulo II)

Jesus, na última Ceia, celebrada com os discípulos, instituiu a eucaristia. Ao celebrá-la a Igreja renova o sacrifício de Cristo, a sua páscoa eucarística. Para celebrar Jesus serviu-se dos elementos fundamentais: do pão e do vinho que pelo seu poder se tornaram, naquela ceia, o seu corpo e o seu sangue. Fiel ao mandamento, a Igreja, e nela cada um de nós, há mais de dois mil anos, celebra a eucaristia.

Todos os que participam da santa missa entram em comunhão ao receberem na forma do pão e do vinho o verdadeiro corpo e sangue de Cristo. A nossa oração diante da presença real de Cristo, tanto durante a celebração da missa como na adoração ao Santíssimo, nos proporciona a confiança de que Jesus realiza a promessa de que está com os homens e mulheres de todos os tempos (cf. Mt 28,20).

Momento de encontro, conhecimento e partilha

“Não se pode descobrir só pelos sentidos, mas sim com fé, baseada na autoridade de Deus”
(São Tomás de Aquino)

A eucaristia é o sacramento da unidade e da missão. A Igreja vive a eucaristia, pois ela vive Jesus Cristo e de todo bem de Deus que por Jesus é oferecido ao mundo. Quando, na celebração eucarística ou na adoração ao Santíssimo, nos colocamos em atitude de comunhão com Jesus somos chamados a sermos seus discípulos e seguidores. E assim, nos unimos a cada cristão, inclusive àqueles que raramente, ou nunca frequentam, uma celebração da eucaristia. Por isso, temos que estar preparados para esse momento especial de encontro, de conhecimento e de partilha com Deus. Quando se está diante de Jesus Eucarístico pode-se recuperar o sentido desse gesto com o nosso testemunho de fé no encontro alegre com Jesus Cristo.


Luz para a sua Igreja

“Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, não anda nas trevas, mas terá a luz da vida.” (Jo 8,12)

Tanto na comunhão eucarística como na adoração, Cristo, por sua graça, toma a iniciativa de aproximação e de encontro com a pessoa que O procura. Nessa comunhão, estabelece-se uma íntima relação entre dois seres que se amam: o verdadeiro amor acolhe o seu amado, e este deixa-se acolher por Ele. O adorador experimenta “quanto é bom o Senhor” e é convidado a ser missionário no mundo para ajudar os irmãos, que desejam “ver Jesus” e encontrar nele o caminho, a verdade e a vida.

É pela eucaristia que Cristo cumpre a promessa de ser luz para a sua Igreja que avança nos caminhos da história. A presença de Cristo ilumina os passos de quem o segue e se deixam fortalecer pela eucaristia.

Everenice Schiavon Ara
Santuário de Adoração Perpétua

Paróquia Santíssima Virgem

A Boa Notícia - Maio de 2010.

Nenhum comentário: